Seja Bem Vindo!

Este site é exclusivamente direcionado ao estudo da língua hebraica e de textos originais do Tanak. Os vídeos e imagens publicados são escolhidos para complementação didática e cultural e não expressam opinião religiosa dos editores. Todos podem participar, desde que com comentários não ofensivos.

Agora estamos com a versão Ler e Ouvir de Salmos em Hebraico no celular. Boa leitura!

Postagem em Destaque

Por que os judeus não comem carne de porco? Uma reflexão espiritual.

Alguns sábios judeus tinham a habilidade de responder uma pergunta com outra pergunta para induzir à reflexão. Assim antes de responder à pe...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Gafanhoto comestível

O gafanhoto pertence à mesma ordem dos grilos e locustas. Alimentam-se exclusivamente de vegetais e era permitido aos hebreus se alimentarem deles. Conforme Levíticos 11.22, eram considerados espécie pura para consumo. Constituem fonte de proteína facilmente encontrada pelos moradores no deserto.
Apesar de ser um alimento repudiado na cultura ocidental, hoje, em certos lugares, como por exemplo no vale do Jordão, Gileade, Arábia e Marrocos, são considerados uma comida apetitosa.
João Batista alimentava-se no deserto desses insetos, juntamente com o mel, outra fonte de energia encontrada nos lugares estéreis por onde passava (Salmos 81.16 e Lc 1.80).

Abaixo um vídeo de uma degustação de um prato típico da África, onde eles estão secos. Na China eles são vendidos em espetinhos fritos.



Prof.ª Gláucia Vilela


Fonte:
A Torá Viva; anotado por Rabino Aryeh Kaplan; Ed. Maayanot, 2ª ed.,2003
Dicionário Bíblico -Editora Didática Paulista, SP.
Comentário Bíblico Moody - Volume 4, Charles F. Pfeiffer & Averett F. Harrison, IBP, 1990.


2 comentários:

  1. Shalon professora Gláucia, estou aguardando o seu livro. E gostaria de me aperfeiçoar no hebraico, quanto ao livro, assim que sair, me comunique, vou ser abençoado ao adquirir o mesmo.Shalon Aleichem.

    ResponderExcluir
  2. ESTOU AGUARDANDO A PUBLICAÇÃO DO LIVRO. PROFESSORA GLAÚCIA, MAZAL TOV.

    ResponderExcluir