Seja Bem Vindo!

Este site é exclusivamente direcionado ao estudo da língua hebraica e de textos originais do Tanak. Os vídeos e imagens publicados são escolhidos para complementação didática e cultural e não expressam opinião religiosa dos editores. Todos podem participar, desde que com comentários não ofensivos.

Agora estamos com a versão Ler e Ouvir de Salmos em Hebraico no celular. Boa leitura!

Postagem em Destaque

Por que os judeus não comem carne de porco? Uma reflexão espiritual.

Alguns sábios judeus tinham a habilidade de responder uma pergunta com outra pergunta para induzir à reflexão. Assim antes de responder à pe...

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Psalms 120 תהילים קכ

O intérprete Eretz Yechiel canta neste vídeo uma pequena prece antes de citar Salmos 120. O texto original hebraico inicia-se após o solo musical nos 2:06 minutos.

Shir Ham'alot (Cântico de Ascenções)

שִׁיר הַמַּעֲלוֹת


El-Adonai (YHWH) (Ao Senhor)

אֶל-יְהוָה

Batzaratah li kara'ti vaia'aneni

בַּצָּרָתָה לִּי קָרָאתִי, וַיַּעֲנֵנִי (Na aflição minha, chamei e Ele me respondeu)


Adonai (YHWH) hatzilah naf'shi ( Senhor salva minha alma)

יְהוָה--הַצִּילָה נַפְשִׁי


Mis'pat sheker (de lábio mentiroso)

מִשְּׂפַת-שֶׁקֶר


milashon re'miah ( de língua enganosa)

מִלָּשׁוֹן רְמִיָּה


Mah iten lecha (O que dará à ti?)

מַה-יִּתֵּן לְךָ


Vemah iosif lacha lashon re'miah (E o que acrescentará à ti língua enganosa?)

וּמַה-יֹּסִיף לָךְ-- לָשׁוֹן רְמִיָּה


Hitzei guibor she'nunim (As flechas do bravo são afiadas)

חִצֵּי גִבּוֹר שְׁנוּנִים


Im gacha'lei re'tamim (com brasas de carvão)

עִם גַּחֲלֵי רְתָמִים


'Oiah li ! (Ai de mim!)

אוֹיָה-לִי


Ki gare'ti Meshech, (Que fui peregrino em Mesek)

כִּי-גַרְתִּי מֶשֶׁךְ


Shachanti im'acholei Kedar (Habitei junto às tendas de Kedar)

שָׁכַנְתִּי, עִם-אָהֳלֵי קֵדָר


Rabat shache'nah lah naf'shi (Muito habita minha alma)

רַבַּת, שָׁכְנָה-לָּהּ נַפְשִׁי


Im shone' shalom (Com inimigo de paz)

עִם, שׂוֹנֵא שָׁלוֹם


Ani shalom, (Eu sou paz)

אֲנִי-שָׁלוֹם


Ve'chi 'adaber, (E quando falo)

וְכִי אֲדַבֵּר


Hema lamilchamah. (eles são para guerra)

הֵמָּה, לַמִּלְחָמָה

Introdução ao estudo do texto

Salomão ensina em Provérbios 15.24: "O caminho da vida para o sábio conduz para cima." Salmos 120 inicia uma série de 15 Cânticos (120-134) que descrevem as venturas ascendentes do justo em direção a D'us. A primeira lição dele é que a aflição é um momento oportuno para ascender.



Exegese de Salmos 120
O tema central é a aflição provocada pelo risco de encontro com caravanas hostis como dos homens de Quedar, que tinham uma vida tipicamente nômade e eram extremamente hábeis e agressivos com as flechas (Jeremias 49.28-29) para defender as suas tendas e interesses.

O salmo ensina que em todo o lugar onde o justo habitar, por mais distante que seja, terá que usar de sabedoria e diplomacia contra as guerras e ataques de seus vizinhos. Assim, o primeiro ensinamento do "ascender" ou o caminhar para D'us é aprender a habitar.

O verbo hebraico habitar é citado duas vezes nesse texto, versículos 5 e 6 :"habitei junto às tendas de Kedar","muito habita a minha alma com um inimigo de paz". O verbo peregrinar, uma vez (v.5): "fui peregrino em Meshek".

Além dos desafetos e tentativas de motins provocados pela língua ferina, o justo em sua jornada corre o risco de reencontrar pelo deserto esses bravos ou seus aliados, e por isso deve clamar sempre pela proteção ao Altíssimo.


Análise do texto Hebraico

O texto que precede é Salmos 119, que descreve a influência da observância da Torah na vida do justo. A leitura e o estudo dos ensinamentos de D'us são um preparo para o caminhar em direção aos altos da sabedoria divina. Agora, o salmista inicia uma série de 15 Salmos (120-134) usados pelos peregrinos nas suas jornadas de subida para o Templo de Jerusalém, centro da fé judaica. Figura a caminhada em direção ao Altíssimo e o desejo que todo ser humano deve ter de elevar a sua alma em sabedoria e tranquilidade, independente das circunstâncias.

As Escrituras ensinam ao obediente das instruções de D'us: "E tu estarás em constante ascenção." Deuteronômio 28.13.
De forma contrária, avisam também ao que insiste em negá-las ou que negligencia o seu estudo: "E tu cairás muito baixo."Deuteronômio 28.43

No entoar desses cânticos, o judeu era lançado sucessivamente aos cumes mais altos. No Templo descobria que o homem não deve ser espiritualmente estagnado, que o mundo possui infinitos degraus de bondade, e que a missão do justo é subí-los até chegar ao céu.

שִׁיר הַמַּעֲלוֹת
Cântico das Ascenções , repare em "ascenções" plural, são vários os degraus do justo rumo à Santidade.
אֶל-יְהוָה
Ao Senhor (YWHH)
בַּצָּרָתָה לִּי
"Na aflição minha" onde צָּרָתָה descreve a sensação de se estar atado, em aperto; poder também: empacotado, embrulhado ou oprimido.
קָרָאתִי, וַיַּעֲנֵנִי. "Chamei" קָרָא é um verbo que pode ser traduzido como: ler, declarar, convidar, exclamar, gritar. Alguns traduzem "clamar", mas este termo é mais usado com outro verbo hebraico.
"E (Ele) respondeu a mim." וַיַּעֲנֵנִי

יְהוָה--הַצִּילָה נַפְשִׁי

Senhor (YWHW) salva minha alma


מִשְּׂפַת-שֶׁקֶר

de lábio mentiroso

מִלָּשׁוֹן רְמִיָּה

de língua enganosa


מַה-יִּתֵּן לְךָ " O que dará à ti?"

וּמַה יֹּסִיף לָךְ "E o que acrescentará à ti..."



לָשׁוֹן רְמִיָּה "...língua enganosa?" Essa expressão lashon re'miah repete-se duas vezes, reforçando a musicalidade. É importante entender, além da própria poesia dos Salmos, os termos escolhidos que reforçam a cadência da música toda vez que se repetem, porque neles estão toda a chave da mensagem que o salmista quer passar.

Observa-se ritmo poético na repetência de expressões como

מַה ("o que?), vários sinônimos como

מִשְּׂפַת

(

"mispat") 'de lábio' e

מִלָּשׁוֹן (

"lashon") 'de língua', de algumas palavras como שָׁלוֹם (shalom) paz, e de verbos como
שָׁכְנָה (habitar). O texto hebraico revela-nos um preocupação pela musicalidade através das rimas
שְׁנוּנִים ("shenunim"), afiadas, com
רְתָמִים ("re'tamim) carvão, ou a expressão
בַּצָּרָתָה לִּי / קָרָאתִי / וַיַּעֲנֵנִי ("Batzaratah li / kara'ti / vaia'aneni)
na aflição minha / chamei / e me respondeu / com todas as frases terminadas em sonoridade "i".

São pérolas da poesia de Salmos que não conseguimos apreciar por causa das traduções, mas que na verdade eram recursos eficazes para a memorização das Escrituras.

אוֹיָה-לִי "Ai de mim!"
כִּי-גַרְתִּי מֶשֶׁךְ "Que peregrino fui em Meshek", onde גַרְתִּי ("gar'ti")é o mesmo radical que deu origem ao nome do filho de Moisés, Gérson, peregrino ou banido (Êxodo 2.22 "Peregrino sou em terra estranha"), e מֶשֶׁךְ Meshek ou Meseque, um dos filhos de Javé (Gênesis 10.2) neto de Noé, está sempre associado com seu irmão Tubal. Os seus descendentes aparecem nas inscrições da Assíria com as denominações Muska e Tubla (Meseque e Tubal). Eram grandes mercadores de escravos e bronze ( Ezequiel 27.13), temidos por sua grande maldade e violência ("causaram terror na terra dos viventes", Ezequiel 32.26-28), formava numerosos exércitos através de povos aliados (como os etíopes) e tinham grande poder e arsenal bélico(Ezequiel 38.2-4,15). Eram covardes, pois atacavam povos que habitavam sossegados em aldeias não muradas (Ezequiel 38.11). Perderão a batalha em uma futura tentativa de invadir Jerusalém (Ezequiel 38.15-23).

שָׁכַנְתִּי עִם-אָהֳלֵי קֵדָר "Habitei junto às tendas de Kedar" ou Quedar ("homem de pele preta" ou "poderoso"), eram tribos árabes descendentes de Ismael (Gênesis 25.13). Viviam e eram conhecidos pelas suas tendas (Cantares 1.5 e Jeremias 49.28-29), e muitas vezes mudavam de habitação (Isaías 42.11), mas a sua principal residência foi o sul do deserto da Arábia ou na vizinhança do Mar Vermelho. Eram excelentes flecheiros (Isaías 21.16-17) e pastores (Isaías 60.7). Também eram covardes, pois muitas vezes pilhavam aldeias e caravanas desprotegidas (Jeremias 49.31).

רַבַּת שָׁכְנָה-לָּהּ נַפְשִׁי "Muito habita minha alma
-- עִם שׂוֹנֵא שָׁלוֹם "Com quem odeia paz."
אֲנִי-שָׁלוֹם "Eu sou paz"
וְכִי אֲדַבֵּר "E quando falo..."
הֵמָּה לַמִּלְחָמָה "...eles são para guerra.".

Bibliografia:

1.A Torá Viva - O Pentateuco e as Haftarot - Anotado por Rabino Aryeh Kaplan- Editora Maayanot;
2.Tehilim - Salmos Tradutores: Adolph Wasserman & Chaim Szwertszarf; McKlausen Editora; RJ.
3.Dicionário Português Hebraico e Hebraico Português - Abraham Hatzamri e Shoshana More-Hatzamri - ed. Sêfer
4. Dicionário Hebraico-Português e Aramaico-Português, Nelson Kirst,Nelson Kilpp,Milton Schwantes, Acir Raymann,Rudi Zimmer, Editora Sinodal, Vozes, 4ª edição,1994.
5.Dicionário Bíblico, Editora Didática Paulista.
6. Vídeo, trecho de Tehilim120-134 interpretado por Eretz Yechiel.

Prof.ª Gláucia Vilela

6 comentários:

  1. Obrigado pela mensagem e agradeco a Deus por preparar homens fortes que ensinam via internet.
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grata pela visita Calton, seja sempre bem vindo!

      Excluir
  2. simplesmente magnífico adoro o ambiente vital dos fatos bíblicos pois sei que são fatos atemporais e nos atingem em cheio é tudo verdade e verdadeiro é impactante. Tenho provado destas verdades eternas em minha vida é simplesmente vivo e eficaz. Parabéns por tudo me sinto abençoado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja sempre bem vindo Anselmo Leite! Volte sempre a nos visitar!

      Excluir