Seja Bem Vindo!

Este site é exclusivamente direcionado ao estudo da língua hebraica e de textos originais do Tanak. Os vídeos e imagens publicados são escolhidos para complementação didática e cultural e não expressam opinião religiosa dos editores. Todos podem participar, desde que com comentários não ofensivos.

Agora estamos com a versão Ler e Ouvir de Salmos em Hebraico no celular. Boa leitura!

Postagem em Destaque

Salmos 61 - Clamor pela Preservação do Trono de David

David, até nos momentos em que Saul o perseguia, permaneceu com o coração enraizado na Casa de D'us. Ele ansiava pela Torah, seus e...

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Jefté sacrificou a filha? Juízes 11.30-40 (I Parte)


Iremos discutir sobre um texto que traz alguns problemas em sua interpretação.
Trata-se de Juízes 11.30-40 onde Jefté realiza um voto de holocausto que recaiu sobre a sua primogênita.

Jefté era filho de uma prostituta. O seu pai, Gileade, era casado e tinha filhos mais velhos que o repeliram para não ter que dividir a herança com mais um (Juízes 11.2).

Fugido, desprezado e fadado à pobreza por não ter o que herdar, tornou-se um valente e famoso mercenário para poder sobreviver e, provavelmente, praticava delitos pelo grupo de "amigos" que atraiu, chamados de "levianos" em Juízes 11.3.
E por que os anciãos chamaram a Jefté, um bandido, para liderar Israel numa guerra contra os amonitas?

"Por que agora viestes a mim quando estais em aperto?" Números 11.7

Por ser desprezado, sem família e bens, a vida de Jefté e seus companheiros não valia nada, literalmente. No mundo antigo a vida das pessoas valia dinheiro!

Então, segundo a tabela de preços de Levíticos 27.2-8:

homem de 20 a 60 anos ____________50 shekel de prata

mulher de 20 a 60 anos ____________30 shekel de prata

homem de 5 a 20 anos _____________20 shekel de prata*

mulher de 5 a 20 anos______________10 shekel de prata

bebê menino de 1 mês a cinco anos_____5 shekel de prata

bebê menina de 1 mês a cinco anos_____3 shekel de prata

homem idoso acima de 60 anos_______15 shekel de prata

mulher idosa acima de 60 anos_______10 shekel de prata

*José era adolescente e foi vendido por 20 peças de prata ( Gênesis 37.28), ou seja, foi avaliado dentro dessa tabela.

As leis de Levíticos foram registradas bem depois da história de José. Foram mais de quatrocentos anos entre a venda de José por vinte peças de prata e a publicação da tabela pelas leis de Moisés.

Isso quer dizer que as Leis de Moisés foram uma adaptação santa de leis que já existiam e eram praticadas no mundo antigo.

Assim, o Código Hebreu foi feito de leis de outros códigos pagãos moldadas para a santificação de Israel. Isso pode parecer estranho, mas é por isso que foi mantida a Lei do Talião, "olho por olho, dente por dente" porque a lei "do o que se faz de errado se paga na proporção", estava ainda entranhada nas raízes do povo em formação. O povo de Israel precisava de leis para organizar a sua formação, mas elas não poderiam entrar em conflito com os seus costumes diários.


Assim, os sacríficios de animais para agradar aos deuses eram costumeiramente realizados pelos povos do mundo antigo, que acabaram estendendo à prática de sacrifício de crianças. Os primogênitos eram mais valiosos, e eram uma forma sublime de alcançar grandes bençãos.

O D'us de Israel usou o sacrifício e o derramamento de sangue dos povos pagãos para dar lições ao povo recém formado sobre REDENÇÃO.

A primeira grande lição que D'us quis dar à Israel sobre redenção foi a proposta à Abraão de sacrificar o seu primogênito e oferecê-lo em holocausto (Gênesis 22.2-12). A cultura pagã estava tão enraizada nele que não relutou em obedecer, muito menos Isaac, já um rapazinho, fugiu ou lutou contra o pai para não morrer. Os valores morais da época permitiam tal sacrifício sem condenação e D'us tinha que mudar isso, a começar pelos patriarcas, os fundadores da nação.
A mensagem era a seguinte: se os outros deuses obrigam vocês a dolorosamente sacrificar os seus primogênitos no fogo, Eu, o D'us de Israel, dou a opção de subtituir esse sacrifício por um animal macho, sem defeitos, também de grande valor, do seu rebanho.
Essa proposta de Redenção do D'us Único serviu de grande alívio para Israel, e muitos estrangeiros se aliaram ao povo por causa dela.

No mundo antigo era muito comum o hábito de se fazer votos que recaíam em sacrifícios de vidas humanas. Assim, em Israel, não se proibiu a lei do voto, mas passou-se a doar a D'us o valor estimado de uma pessoa (Voto de Holocausto - Levíticos 27.1) segundo a tabela dada acima. Um siclo nas versões cristãs ou um shekel na moeda do texto hebraico, vale cerca de 22,9 gramas de prata.

* em Gênesis 37. 28, usa-se o termo "Kessef", dinheiro ou peças de prata pagas pelos árabes por José. Continua nos dias 3 e 6 de setembro de 2010,
nos links: http://telahebraica.blogspot.com/2010/09/o-que-consistia-o-voto-de-jefte.html
e
http://telahebraica.blogspot.com/2010/09/o-voto-de-jefte-e-ana-conclusao-de.html

10 comentários:

  1. quero ler mais sobre Jefté. Gosteu de sua abordagem. Ana Angélica

    ResponderExcluir
  2. Sim Anagel, ainda falta a segunda parte.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gostei do comentário, porém me surge uma dúvida, se na tabela de preço o homem de 20 a 60 custava 50 shekel, porque Jesus foi vendido por 30, porquer?

    ResponderExcluir
  4. Os valores e pesos de peças de prata (dinheiro) foram sendo modificados no decorrer dos tempos.
    Verifiquei que na época do Novo Testamento havia o Denário (moeda romana para pagar os impostos à César), a "moeda" ou o "siclo judeu", de circulação interna entre os israelitas, e o "siclo de prata", cunhada em Tiro, que tinha a imagem de um fenício de um lado, e de uma águia do outro.
    Há também menções do "dracma","talento" e "libra", cada um com o seu valor.
    Infelizmente não sei qual é o equivalente ao "shekel" da tabela de Levíticos, nem a diferença de peso entre o "siclo judeu" e o "siclo fenício". Se alguém descobrir a resposta,
    por favor retorne e publicarei o comentário.Mas não esqueça das referências bibliográficas que são importantes.
    Obrigada pela participação, Ricardo.

    ResponderExcluir
  5. Olá, gostei muito do blog e já li várias materias; mas não encontrei a 2ª parte sobre se Jefté sacrificou a filha, preciso de ajuda para encontrar.
    Obrigado.
    Pr. Moises

    ResponderExcluir
  6. A segunda parte foi publicada dia 3 de setembro,
    "Os votos de Jefté e Ana" e outra 6 de setembro,
    "O que consistia os votos de Jefté?"
    Estou em recesso forçado, voltarei a publicar após março de 2012 e nesse período todos os artigos serão reorganizados e revisados para facilitar a sua visualização.
    Um abraço e Bom Ano.

    ResponderExcluir
  7. Gostei, muito destes estudos com base no original da bíblia, ,pois nestes últimos temnpos temos deparado com muitas interpretações totalmente fora de contexto, colocando em ´DÚVIDA, a veracidade da`PALAVRA DE DEUS.
    Obrigado pelos seus escritos, muito está nos ajudando.
    Pb. CARLOS SOARES (Assembleia de Deus)

    ResponderExcluir
  8. Seja sempre bem vindo Pb. Carlos Soares!Shalon!

    ResponderExcluir
  9. Shalon, professora Glaucia, estou aguardando suas respostas, acerca do curso de hebraico e algumas perguntas que lhe enviei, estou aguardando, meu e-mail é prmarcio34@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. A resposta de uma pergunta já está lá! (em porque Abrão saiu de Ur?)
    Estou de recesso no ano de 2012. Infelizmente não há encaixe de curso e palestra até março do ano que vem. Mas o que eu puder ajudar online, ajudarei com muito carinho, embora às vezes demore um pouco.
    Um abraço.

    ResponderExcluir