Seja Bem Vindo!

Este site é exclusivamente direcionado ao estudo da língua hebraica e de textos originais do Tanak. Os vídeos e imagens publicados são escolhidos para complementação didática e cultural e não expressam opinião religiosa dos editores. Todos podem participar, desde que com comentários não ofensivos.

Agora estamos com a versão Ler e Ouvir de Salmos em Hebraico no celular. Boa leitura!

Postagem em Destaque

Por que os judeus não comem carne de porco? Uma reflexão espiritual.

Alguns sábios judeus tinham a habilidade de responder uma pergunta com outra pergunta para induzir à reflexão. Assim antes de responder à pe...

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Judá e o pecado que matou Onan (conclusão)

sodahead.com
Após a venda de José aos mercadores, Judá resolveu se afastar, isolando-se em Adulam
(Gênesis 38).
Em Bereshit se começa a contar a saga de José no capítulo 37, tendo uma breve interrupção no capítulo 38, para se contar um fato da família de Judá, importante para a compreensão de todo o contexto da história de Israel.

Para onde Judá foi?
Adulão ou Adulam é uma cidade muito antiga, símbolo de fuga e refúgio (Miquéias 1.15) por causa de suas muitas cavernas nas colinas de pedra calcária, existentes nos subúrbios da povoação. Foi sede de um rei cananeu ferido por Josué (Josué 12. 7 e 15), após a conquista, tornou-se uma cidade da tribo de Judá (Josué 15. 21 e 35).

As cavernas de Adulam ficaram famosas após refugiarem o rei David, fugido de Saul (I Samuel 22.1-2), seus familiares e um exército de quatrocentos homens "amargurados de espírito".

Vários episódios no Tanach ocorreram em Adulão (II Samuel 23.13) que depois foi reforçada por Roboão, rei de Judá (II Crônicas 11.5, 7 e 11-12)), virando uma fortaleza com comandantes, armazens de comida, azeite, vinho e armamentos: "... e as fortificou grandemente." (v.12), protegendo e sendo sujeita a Judá e Benjamim.
Adulam após o cativeiro babilônico refugiou os judeus em seu retorno para Jerusalém (Neemias 11.1- 2 e 30).
Atualmente ainda há muitas cavernas nos montes de pedra calcária nessa área que agora
chama-se Aid-el-Ma. Fica a sudoeste de Jerusalém.

Judá "amargurado de espírito" pelo destino de José, afastou-se de seus irmãos carregando a candidatura à Primogenitura.

Ao conhecer a *filha de um "mercador" cananita, chamado Shua, casou-se com ela e teve três filhos. O erro de Judá de se casar com uma cananita foi corrigido pelo próprio D'us, que fez com que morresse o seu primogênito Er porque era mal (Gênesis 38.6), deixando viúva Tamar, noiva
íntegra -"seu nome era Tamar" Gênesis 38.6 -escolhida por Judá. O comportamento mortal de Er não foi especificamente mencionado no texto bíblico, mas temos algumas pistas:

1. Se Judá recebesse a Primogenitura de seu pai Jacó, se tornaria muito rico, e consequentemente, o seu primogênito Er, herdaria as riquezas de Israel;

2. Ao casar-se com uma mulher cananita, Judá desviaria as riquezas de Israel para um povo estranho, enfraquecendo a recém inaugurada nação;

3. Tamar não era estéril, e há razões para entendermos que a mulher de Judá influenciou Er a não ter filhos com ela por ganância, para que as riquezas de Israel ficasse com o seu povo; assim o próprio D'us tomou as providências de fazê-lo morrer,

4. A lei do dever de cunhado (Deuteronômio 25.5-6) foi aplicada no segundo filho de Judá, Onan, que teria que apenas fecundar Tamar numa única relação sexual, segundo a tradição da época, de forma fria e "regada à manteiga" para não ferir a honra do morto.

O pecado que matou Onan

Ocorreram várias relacões entre Tamar e Onan porque este secretamente deixava a sua semente cair na terra para evitar que ela tivesse um filho. Onan não queria ter filhos com Tamar pois teria consequentemente que dividir a herança de Judá por três**.

Se não houvesse um filho para Er, a herança seria dividida apenas entre ele e Selá, portanto, o pecado que matou Onan foi a cobiça por dinheiro e não o ato de derramar a sua semente na terra como muitos pregam.***


* o nome dela não é mencionado; há uma forte tradição no Talmud, que quando o nome de uma pessoa não é mencionado é porque não é de boa índole; de forma contrária, quando é usado na Bíblia o termo "por nome....", anuncia um indíviduo íntegro e bom; um exemplo, o parente próximo de Noemi, cuja ganância era tão grande, que não fez o resgate que lhe cabia, sendo o seu nome omitido: traduzido em algumas versões como"fulano" ,Rute4.1.

** Segundo algumas fontes judaicas (Tsava'at Yehudá 10.1; Yov'lot 41.1), a mulher de Judá
não queria que Onan tivesse filhos de Tamar.

*** muitas discussões sobre controle de natalidade e masturbação surgiram desse texto, mas o foco de Gênesis 38 não é esse; este capítulo destaca a preocupação de D'us em não permitir que o povo de Israel se casasse com mulheres cananitas; mais tarde, a própria mulher de Judá morreu, dando abertura à ação de Tamar para garantir genealogia e herança em Israel; dos gêmeos que ela teve, Perez foi o ancestral de David.
Prof.ª Gláucia Vilela
Fonte:
A Torá Viva; anotado por Rabino Aryeh Kaplan; Ed. Maayanot, 2ª ed.,2003Dicionário Bíblico -Editora Didática Paulista, SP.

7 comentários:

  1. ערב טוב

    O Ben Ish Hái e a transgressão de zêra levatalá
    By briskodesh
    “E a terra corrompera-se diante de D-us” (Gênesis 6:11). Agora, porque é dito “diante de D-us”? De fato, tudo que acontece no mundo é diante de D-us! Chazál (“os sábios, de abençoada memória”) nos ensinam: apesar de que a geração do Dilúvio cometeu inúmeros pecados, a transgressão principal pela qual eles foram destruídos foi a de emitir o sêmen em vão. É por isto que quando Chazál se refere a este pecado eles dizem ser o “pecado da geração do Dilúvio”.

    Nossos rabinos contam que este pecado é igual ao assassinato. Nas gerações antigas, as pessoas não conseguiam compreender o conceito da vida antes do desenvolvimento do feto. Argüia-se que se uma pessoa destruísse uma mobília fina, ela deveria ser punida. Entretanto, se a pessoa cortasse uma árvore antes que a cadeira ou mesa fossem feitas, isso não implicaria em erro algum, pois a árvore ainda não tinha sido transformada em alguma coisa. Esta analogia está errada. Somente depois da invenção do microscópio, quando se tornou possível analisar a semente do homem, que se tornou aparente que de fato existia vida antes da criação do feto. Este pecado não é feito em público. E por isso o verso afirma que a terra se corrompeu “diante de D-us”.

    (O grande cabalista, Chacham Yossêf Chayim,

    o Ben Ish Hái, Ód Yossêf Hái, Parashá Nôach)
    כָּל טוּב

    ResponderExcluir
  2. Shalom.
    Gostei demais deste artigo.
    mas porfavor me ajude com uma duvida.
    Pelo que entendi Deus não aprovava a mistura da semente Semita com a Camita.
    Abraão manda buscar uma mulher semita para Isaque e Isaque orienta Jacó a não casar-se com cananéias.
    Mas Judá não se preocupou com isso, casando-se com Bate-Suá. E Tamar ela era cananéia ou semita? há alguma referencia biblica se ela era semita? E se era cananéia como explicar/
    Muito Obbrigado.

    ResponderExcluir
  3. Tamar é um nome de origem semita, que quer dizer "palmeira" deu origem na nossa língua à "tamareira".
    Esse nome foi dado à uma das filhas de David (IISamuel3.1). Um fato interessante é que toda vez que no Tanach um nome é introduzido pela expressão "seu nome era..." é porque a pessoa era destacadamente íntegra e justa,
    caso de Tamar (Gênesis 38.6).

    ResponderExcluir
  4. Mas se é verdade que segundo o talmude o nome de uma pessoa não é citado por ela não ser de boa índole,como então o nome de Er e Onã aparecem na trama?até mesmo o nome de Hira aparece menos o da mulher de Judá,a bíblia fala que Her era mau aos olhos do Senhor,mas o nome dele aparece na trama,Onã também não ficava atrás,mas o nome dele também aparece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, esses irmãos pertenciam à descendência de Judá e precisavam ser mencionados para que servissem de exemplo para Israel. Já a cananita "filha de mercador", se fosse de bom exemplo, mesmo estrangeira, teria seu nome citado no texto.

      Excluir
    2. Gênesis: 38. 2. e viu Judá ali a filha de um cananeu, que se chamava Suá; tomou-a por mulher, e esteve com ela. - Bíblia JFA Offline

      Excluir
  5. Com quantos anos morreu Juda filho de Jacó?

    ResponderExcluir