Seja Bem Vindo!

Este site é exclusivamente direcionado ao estudo da língua hebraica e de textos originais do Tanak. Os vídeos e imagens publicados são escolhidos para complementação didática e cultural e não expressam opinião religiosa dos editores. Todos podem participar, desde que com comentários não ofensivos.

Agora estamos com a versão Ler e Ouvir de Salmos em Hebraico no celular. Boa leitura!

Postagem em Destaque

Jacó: o Grande Empreendedor

Ayin/Shin/Resh A riqueza de Jacó foi planejada pelo próprio. Obviamente, ele teve duas qualidades imprescindíveis para prosperar: generosi...

domingo, 12 de março de 2017

Como Moisés conseguia conversar com D'us? Êxodo 33.11

Resultado de imagem para ki Tissá
 A parashá (porção da Torah, lida por todos os judeus durante a semana até o próximo Shabat) Ki Tissá, que abrange Êxodo 30.11 a 34:35 começa com um censo e arrecadação de Moisés de matéria física para a construção do  o Mishcan (Tabernáculo).

Inclui a descrição do lavatório de bronze, da fabricação do óleo de unção e do incenso aromático a ser queimado duas vezes ao dia.

Betzalel da tribo de Judá e seu assistente Aholiav, da tribo de Dã, são designados como os arquitetos dessa grandiosa obra de construção.

O Shabat é reforçado, independente da construção ser o Tabernáculo, ele deveria ser guardado também durante a obra.

O relato volta à narrativa da Revelação do Monte Sinai e a trágica escolha dos israelitas em construir o bezerro de ouro em prol da sua impaciência.

O povo é quase exterminado, julgado e castigado após a quebra das duas primeiras Tábuas da Lei que Moisés trouxera do Sinai.

Após esse episódio, uma coisa curiosa ocorreu. Moisés montou a sua tenda fora do acampamento (Êxodo 33.7), que algumas versões hebraicas traduzem como "Tenda do Encontro" (A Torá Viva, Ed. Maayanot) , "Tenda do Ensinamento" (Bíblia Hebraica, Ed. Sefer).

 וּמֹשֶׁה יִקַּח אֶת-הָאֹהֶל וְנָטָה-לוֹ מִחוּץ לַמַּחֲנֶה, הַרְחֵק מִן-הַמַּחֲנֶה, וְקָרָא  לוֹ, אֹהֶל מוֹעֵד; וְהָיָה, כָּל-מְבַקֵּשׁ יְהוָה, יֵצֵא אֶל-אֹהֶל מוֹעֵד, אֲשֶׁר מִחוּץ לַמַּחֲנֶה.
"Ora, Moisés costumava tomar a tenda e armá-la fora do arraial, bem longe do arraial; e chamou-lhe a tenda da revelação.  E todo aquele que buscava ao Senhor saía à tenda da revelação, que estava fora do arraial." (33.11)


 O termo hebraico "ohel moed"   אֹהֶל מוֹעֵד   literalmente traduz-se: "tenda das datas", ou "tenda do tempo fixo" ou "tenda da época" ou "tenda da festa" ou "tenda do feriado" ou "tenda do sinal fixo". (Dicionário Port.Hebr. e Hebr.Port. de Hatzamri, Ed. Sefer).

Não se trata do Tabernáculo que não estava construído, mas de um lugar para "quem quer que procurasse por D'us". Por isso que Onkelos a chamou de "Tenda do Estudo", e o sedento jovem estudante Josué parece que tinha sérias dificuldades de sair de lá! (Êxodo 33.11).

Ali, D'us falava a Moisés "faces a faces"
 פָּנִים אֶל-פָּנִים assim como uma pessoa fala a um amigo próximo.
Perceberam o grau de relacionamento entre Du's e um homem? Por que Moisés não foi consumido?

Por causa da capacidade de D'us de se contrair! Não, Ele não contrai toda a Sua essência para caber numa tenda. D'us contrai uma parte Sua, apenas Faces (porque Ele tem várias Faces de manifestação e comunicação).


Aqui Moisés apenas ouvia D'us, e a voz de Dele não o consumia porque Ele se contraía para caber no entendimento dele. 

O texto hebraico aqui chama a palavra "face" no plural "faces", isto é "panim" פָּנִים (sufixo substantivo plural masculino), assim como D'us é "Elohim". Isso quer dizer que não existe uma "Face" para D'us, e sim "Faces". São níveis de relacionamento com um homem dependendo de sua santidade e consagração. Algumas Faces não podem ser alcançadas pelo entendimento humano principalmente as que pertencem à Eternidade. Outras Faces são perfeitamente acessíveis aos ouvidos do homem Santo e Justo, e conseguem se contrair no Tempo Presente, se manifestando, falando e até lutando.(Gênesis 32.28 e 30 "como príncipe lutaste com D'us"......"vi a D'us Faces a Faces, e a minha vida foi salva.")

Na Tenda Moisés "ouvia" , mas não via. Mais tarde, insatisfeito, ele pede para "ver" : "Rogo-te que me mostres a tua glória." (v.18). Apesar de D'us ter respondido:  "Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum pode ver a minha face e viver." (v. 20), Ele mesmo ofereceu uma solução para esse problema (Êxodo 33.21-23).

Nota-se que um relacionamento com a Torah está intimamente ligado à essa conversa amigável com D'us! E que Moisés conseguiu alto grau de espiritualidade de tal forma que se desligava do mundo material e ouvia com clareza tudo o que D'us dizia. Maravilhoso!


Bibliografia
1.A Torá Viva - O Pentateuco e as Haftarot - Anotado por Rabino Aryeh Kaplan- Editora Maayanot;
2.Dicionário Português Hebraico e Hebraico Português - Abraham Hatzamri e Shoshana More-Hatzamri - ed. Sêfer



4 comentários:

  1. Olá! Estes artigos do blog existe em livro, e onde comprar? Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Olá Adenilton, agradecemos a visita e há projetos sim de publicação desses artigos em livro. Até a próxima!

    ResponderExcluir