Seja Bem Vindo!

Este site é exclusivamente direcionado ao estudo da língua hebraica e de textos originais do Tanak. Os vídeos e imagens publicados são escolhidos para complementação didática e cultural e não expressam opinião religiosa dos editores. Todos podem participar, desde que com comentários não ofensivos.

Agora estamos com a versão Ler e Ouvir de Salmos em Hebraico no celular. Boa leitura!

Postagem em Destaque

Por que os judeus não comem carne de porco? Uma reflexão espiritual.

Alguns sábios judeus tinham a habilidade de responder uma pergunta com outra pergunta para induzir à reflexão. Assim antes de responder à pe...

sábado, 9 de julho de 2016

I Samuel 28: 5-9 - Análise de Texto Hebraico



Obra (detalhe) David and Saul, de Ernest Josephson de 1878

ה  v. 5

וַיַּרְא שָׁאוּל, אֶת-מַחֲנֵה פְלִשְׁתִּים; וַיִּרָא, וַיֶּחֱרַד לִבּוֹ מְאֹד

וַיַּרְא  de  h)orf  ver, enxergar, captar "E viu"
 שָׁאוּל  "Saul"
 אֶת-מַחֲנֵה   de מַחֲנֵה acampamento, campo, multidão, tropa             "o acampamento"
 פְלִשְׁתִּים  "dos filisteus"
 וַיִּרָא   de )royf  temer, recear   " e temeu"
 וַיֶּחֱרַד  de    drox de ter pavor, ficar assustado, preocupado, medroso, "e ficou apavorado"
 לִבּוֹ de bl  coração   "no seu coração"
 מְאֹד  "muito".

ו   v.6
 וַיִּשְׁאַל שָׁאוּל בַּיהוָה, וְלֹא עָנָהוּ יְהוָה--גַּם בַּחֲלֹמוֹת גַּם בָּאוּרִים, גַּם בַּנְּבִיאִם


 וַיִּשְׁאַל  de l)o#$f  perguntar, indagar, pedir  "E perguntou"
שָׁאוּל  Saul
 בַּיהוָה  Nome de D'us, Tetragrama traduzido "Senhor"      "ao Senhor"
 וְלֹא   "e não"
 עָנָהוּ de hno(f  responder, replicar    "respondeu" יְהוָה "o Senhor"
 --גַּם  "também"
 בַּחֲלֹמוֹת   de Mloxf sonho   "por sonhos"
 גַּם בָּאוּרִים   "também por Urim אוּרִים "
, גַּם בַּנְּבִיאִם   "também por profetas נְּבִיאִם "

Comentários


Do Urim e Tumim aqui só e citado o Urim, como em Números 27. 21, na confirmação de Josué como líder de Israel "Que ele fique diante de Eleazar, o sacerdote, que procurará a decisão do Urim diante de D'us a seu favor."

Urim e Tumim são usualmente traduzidos como "Luzes e Perfeições", segundo o rabino Aryeh Kaplan, na Torah Viva (Ed. Maayanot), a mensagem recebida brilhava e era aperfeiçoada pelo "Sumo Sacerdote", por isso ficava no peitoral de suas vestes, em cima do coração. A contemplação das pedras em meditação trazia inspiração e a combinação das letras com as respostas soletradas.

 Urim ( do radical rwO) , luz, claridade) poderia vir também do radical hroyf que quer dizer "atirar, disparar, arremessar" e também "ensinar".
Muitos entendem que Tumim quer dizer "juntar", ou vem do radical 
Mmotf%   "ser completo, terminado, pronto, concluído" pois a inspiração permitia  arrumar e as letras soletrando a mensagem até a sua conclusão, ou que a junção das letras trazia a mensagem perfeita, completa.  
  Então enquanto o Urim era o ato de arremessar as pedras, o Tumim, seria o ato de juntar para ler a resposta perfeita.

Alguns acreditam que o Urim e Tumim eram as próprias pedras gravadas (Lekach Tov, Ralbag; Otsar HaGueonim, Becharot 6) do peitoral, mas outros estudiosos descartam a idéia (Radak, Sherashim).

Referências:
"Aarão assim conduzirá os nomes dos filhos de Israel no peitoral da decisão, sobre o seu coração, quando ele vier ao santuário. Isso será uma constante lembrança diante de D'us.
"Coloca o Urim e o Tumim no peitoral da decisão, e eles estarão sobre o coração de Aarão quando ele vier diante de D'us. Aarão então conduzirá o dispositivo de tomada de decisão para os israelitas diante de D'us." Êxodo 28.29-30

" Ele então colocou o peitoral sobre o efod, e colocou o Urim e Tumim no peitoral." Levíticos 8.8

ז  v.7
 וַיֹּאמֶר שָׁאוּל לַעֲבָדָיו, בַּקְּשׁוּ-לִי אֵשֶׁת בַּעֲלַת-אוֹב, וְאֵלְכָה אֵלֶיהָ, וְאֶדְרְשָׁה-בָּהּ; וַיֹּאמְרוּ עֲבָדָיו אֵלָיו, הִנֵּה אֵשֶׁת בַּעֲלַת-אוֹב בְּעֵין דּוֹר

 וַיֹּאמֶר  de rmo)f de dizer, falar  "E disse" 
 שָׁאוּל     "Saul" 

לַעֲבָדָיו     de dbe(e  escravo, servo  "aos seus servos":

בַּקְּשׁוּ-לִי  de #$q%iIb%a  procurar, pedir, buscar      "busquem para mim"
 אֵשֶׁת   "mulher"
בַּעֲלַת    l(ab%a  dona, proprietária, perita, experiente
אוֹב   espírito de um falecido, espírito de necromante, médium   "mulher dona de espíritos de mortos"   ou "experiente em espíritos de mortos" 

COMENTÁRIOS

A palavra "baal" l(ab,a  destaca que Saul queria uma médium experiente. O pedido de "mulher": a prática de ocultismo era mais praticado pelas mulheres pagãs idosas, como forma de proteção e sustento.
Mishné Torah - Leis concernentes à idolatria, cp 6, halakhá 2-3
Rabi Mochê ben Rabi Maimon 
"Qual é o feitio do ôv? אוֹב  - levanta-se, acende determinado tipo de incenso, toma um bastão de cidra em sua mão, erguendo e movendo-o, pronunciando baixo palavras próprias aos praticantes deste ato, até que pareça ao inquiridor como se estivesse alguém falando consigo, respondendo-lhe sua pergunta, em vozes que venham de sob o solo por um sussurro, como se não pudesse ser perceptível à audição, senão unicamente captado pelo pensamento."
 Similarmente - o que toma uma caveira, oferece-lhe incenso e adivinha através dela, até que ouça algo semelhante a uma voz provindo de sob suas axilas, sussurrando, dando-lhe a resposta. Todos estes são feitios de ôv. 
Qual é o feitio do ide'oni? - ergue um osso de determinada ave, cujo nome é conhecido por si próprio, e faz outros tipos de ações, até cair como desmaiado, e prediga por sua própria boca coisas vindouras. Todas estas ações são tipos de idolatrias, e a advertência acerca delas na Torá, onde encontramos? - [Disseram os Sábios:] "-Aprende a dizer: "Não vos dirigireis aos ovôt, nem aos ide'onim..." " - Lv 19:31."
Os comentários do início desse texto da Mishné Torah começam com a pena "carêt", morte espiritual ou "penalidade de aniquilamento espiritual", para quem consulta 'ôv' e os "ide'oni".
A prática de ventriloquismo no ocultismo, é confirmada em advertência contra Israel em Isaías 29.4; " Então, lançada por terra, do chão falarás, e do pó sairá afogada a tua fala; subirá da terra a tua voz como a de um fantasma; como um cochicho, a tua fala, desde o pó." 
A necromancia quase sempre envolvia um crânio humano. Os métodos podem envolver também meditação e uso de incenso de drogas. Eles usavam meios para provocar alucinações e ilusões.
Eram comum a prática em jejum, por isso Saul caiu sem forças.
 ide'oni- "Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e fazem pronunciações baixas, acaso, não consultará o povo a seu D'us? A favor dos vivos se consultarão os mortos?" Isaías 8.19
Os ide'oni também podem ser tratados como "adivinhadores manuais" ou "oráculos".
  

, וְאֵלְכָה  de Kfl;   "e vá à ela"

אֵלֶיהָ de yliI)e:  para, em direção à       "em direção à ela" 
 וְאֶדְרְשָׁה de #rod@f investigar, interpretar, comentar
 בָּהּ    nela                          "e interpretar nela".
 וַיֹּאמְרוּ   rmo)f de dizer, falar                      "E disseram eles"  
 עֲבָדָיו    de dbe(e  escravo, servo               "seus servos"
אֵלָיו de  yliI)e:  para, em direção à           "em direção à ele (Saul)"
 הִנֵּה "eis aqui!"   "aqui está!" 
 אֵשֶׁת  "uma mulher"  (na ausência de artigo definido, traduz-se "uma mulher") 
 בַּעֲלַת-אוֹב  "dona de mediunidade" ou "mestra em mediunidade" ou "proprietária de espíritos de mortos"
 בְּעֵין דּוֹר   em En Dor.


ח   v. 7

וַיִּתְחַפֵּשׂ שָׁאוּל, וַיִּלְבַּשׁ בְּגָדִים אֲחֵרִים, וַיֵּלֶךְ הוּא וּשְׁנֵי אֲנָשִׁים עִמּוֹ, וַיָּבֹאוּ אֶל-הָאִשָּׁה לָיְלָה; וַיֹּאמֶר, קסומי- (קָסֳמִי-) נָא לִי בָּאוֹב, וְהַעֲלִי לִי, אֵת אֲשֶׁר-אֹמַר אֵלָיִךְ


וַיִּתְחַפֵּשׂ  de t#o$p%x;ta%  disfarce  "E disfarçou-se"

שָׁאוּל  "Saul"
 וַיִּלְבַּשׁ  de #$w%bl; vestes, roupas  ou  #$blf vestir      "e vestiu-se"
 בְּגָדִים  de  dgeb%e  "roupas"
 אֲחֵרִים    rxa)a   "detrás"   "por detrás de roupas"
 , וַיֵּלֶךְ  de Kfl;  ir    " e foi"הוּא  "ele"
 וּשְׁנֵי   "e dois"
 אֲנָשִׁים    "homens"
 עִמּוֹ  de  M(i  com, junto   "junto à ele"
, וַיָּבֹאוּ  de )b%f quem chega   "e chegaram"
 אֶל-הָאִשָּׁה  "junto à mulher"
 לָיְלָה "de noite"
 וַיֹּאמֶר  rmo)f de dizer, falar   "e disse"

 קָסֳמִי   de  Msoqf  adivinhar, encantar, fascinar, pressagiar 
 a palavra   Mseqe  feitiço, magia                "adivinhe para mim" ou "faça magia para mim"

COMENTÁRIOS
Parece que há uma certa cumplicidade, ou conhecimento de Saul quanto essas práticas ocultas. Ele vai em jejum (como era comum na época, os participantes fazerem) e toma a frente pedindo que a médium faça as suas magias ou adivinhações a favor daquilo que ele queria.


 נָא לִי  "por favor!"   
COMENTÁRIOS
Identifica-se também um certo temor, ou reverência de Saul quanto essas práticas. Embora disfarçado, ele era rei! 
 בָּאוֹב   para a médium
 וְהַעֲלִי  de hlo(f elevar, subir   "eleve" 
 לִי  "para mim"
, אֵת אֲשֶׁר  "o que" ou "quem"
-אֹמַר אֵלָיִךְ  "disser que você eleve "

ט  V.9
 וַתֹּאמֶר    
 הָאִשָּׁה אֵלָיו   
 הִנֵּה      -"Eis aqui!"   "Aqui está!"  
 אַתָּה 
יָדַעְתָּ  de  (daye  de saber, conhecer,       "Tu sabes"  
 אֵת אֲשֶׁר   "o que"
עָשָׂה  de h#o(f  fazer, realizar  "fez"
 שָׁאוּל אֲשֶׁר  "Saul que"
 הִכְרִית   
"aniquilou" ou  "exterminou"
אֶת-הָאֹבוֹת   
 "médiuns"
 וְאֶת-הַיִּדְּעֹנִי  
"e adivinhadores" "ou " e oráculos manuais"
 מִן-הָאָרֶץ  
"da terra."
 וְלָמָה                       
"E por que"
 אַתָּה
"tu"
 מִתְנַקֵּשׁ   
de #$qnf de armar cilada, bater, golpear  "arma cilada"

 בְּנַפְשִׁי  
de  #pene    "na minha alma"
, לַהֲמִיתֵנִי 
de  tymihf   matar,    "para me matar?"


COMENTÁRIO:

Temos na construção desse texto, cinco pessoas participantes.

1. O rei Saul
2. servo 1 (testemunha)
3.servo 2 (testemunha)
4. médium
5. NARRADOR/ESCRITOR

Obviamente, o NARRADOR/ESCRITOR não participou da situação, mas tenta passar com maior presteza possível o relato das testemunhas, mas num contexto real. Então no verso 3, o NARRADOR faz a introdução do episódio com a seguinte afirmação: " Saul havia desterrado os médiuns e adivinhadores". Essa era a situação política real. O reinado de Saul não havia realizado de forma eficiente o que se havia ordenado em Deuteronômio 18. 10-14:

10 Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro,
11 nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
12 pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.
13 Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.

14 Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém, quanto a ti, o Senhor teu Deus não te permitiu tal coisa.



 Se todos os médiuns e adivinhadores tivessem sido exterminados realmente, não haveriam alternativas  para Saul pedir e nem para os servos atenderem.

O NARRADOR repete a perspectiva da médium: "Saul exterminou os médiuns e adivinhadores da terra"(de Israel) v.9. 


A CONDENAÇÃO DOS QUE PRATICAVAM NECROMANCIA

Aos que insistiam em consultar aos mortos segundo a Lei Oral, repetida na Mishné Torah, a pena maior era de seqilá, onde a pessoa era empurrada de um penhasco ou pedra alta. Caso não morresse, aí era apedrejada (pena de rigmá). Antes dessa pena máxima, a pessoa recebia uma dura advertência chamada de HATRAÁ com as consequências de seus atos. ("A hatraá é imprescindível para que alguém possa ser condenado por qualquer transgressão no judaísmo. Ela inclui um esclarecimento pleno para o indivíduo, seja do peso de sua transgressão, como da pena na qual incorrerá, caso a realize. Deve ser-lhe transmitida por duas pessoas (testemunhas). Se a pessoa transgredisse as leis sem esta prévia advertência, dificilmente poderia ser condenada à morte caso fosse passível desta penalidade.").

Bibliografia

1.A Torá Viva - O Pentateuco e as Haftarot - Anotado por Rabino Aryeh Kaplan- Editora Maayanot;
2.Tehilim - Salmos Tradutores: Adolph Wasserman & Chaim Szwertszarf; McKlausen Editora; RJ.
3.Dicionário Português Hebraico e Hebraico Português - Abraham Hatzamri e Shoshana More-Hatzamri - ed. Sêfer
4.Dicionário Hebraico-Português&Aramaico-Português, Sinodal Vozes, 4ª edição, 1994.
5.  http://www.judaismo-iberico.org/interlinear/tanak
6. Misnhé Torah-  Leis concernentes à idolatria, cp 6,
Rabi Mochê ben Rabi Maimon                                                         




Nenhum comentário:

Postar um comentário